Como corrigir produções de texto – parte 2

Como corrigir produções de texto – parte 2

2 minutos Vamos continuar com o post anterior? (Se você não leu, clique aqui!) – No último post nós apresentamos alguns cenários e suas possíveis soluções. Hoje, continuaremos falando sobre CORREÇÃO de PRODUÇÕES DE TEXTO. Vamos lá? Devemos utilizar o texto apenas para avaliar ortografia? Precisamos refletir sobre qual é o nosso objetivo, para quem estamos escrevendo, onde, como…? Podemos, sim, avaliar ortografia em todas as produções escritas; CONTUDO, não precisamos marcar sempre todos os erros. Podemos pedir, por exemplo, que eles façam produções Leia mais

Correção de produções textuais: 5 cenários e inúmeras soluções

Correção de produções textuais: 5 cenários e inúmeras soluções

3 minutos Corrigir produções textuais pode ser um trabalho intrigante, afinal de contas, há MUITOS aspectos que podemos corrigir em um texto: estrutura, ortografia, coesão, coerência, sequência lógica de fatos… Sendo assim, hoje eu trouxe CINCO cenários que acontecem na sala de aula e suas respectivas soluções. Cenário 1: Alunos amontoados, um atrás do outro, esperando para nos mostrar os textos (fora os alunos que estão esperando para pedir para ir ao banheiro ou contar algo que o ‘fulano’ fez). Solução 1: Precisamos rever Leia mais

Como formar alunos produtores de textos da Educação Infantil ao 5º ano?

Como formar alunos produtores de textos da Educação Infantil ao 5º ano?

5 minutos Antes de pensar em formar alunos produtores de texto, convido você a refletir comigo sobre algumas afirmações que precisamos ABANDONAR, duas crenças que limitam o trabalho docente: COM ALUNOS MENORES: É preciso abandonar a ideia de que só se produz texto aquele que está alfabético/alfabetizado! O erro aqui é pensar que os alunos só poderão produzir textos quando estiverem dominando as habilidades da faceta linguística. A faceta linguística da alfabetização (SOARES, 2016) envolve (resumidamente) a apropriação do sistema alfabético-ortográfico e das convenções Leia mais

“Tem que decorar a tabuada, sora?”

“Tem que decorar a tabuada, sora?”

3 minutos Tabuada, 2 + 2, 3 + 3, 10 – 5… Os fatos básicos! Aquelas famosas “continhas” de um dígito que podem (ou não) estar na ponta da língua. E aí vem a pergunta dos alunos… “Tem que decorar a tabuada?” “Pra que eu vou usar isso na minha vida?” “Eu não sei de cor e não preciso disso…” Vamos desmistificar uma coisa? Memória e educação combinam, sim. E muito! Se você, professor, acha que memorizar fatos básicos ou irregularidades ortográficas é coisa Leia mais

7 PROVOCAÇÕES SOBRE ALFABETIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

7 PROVOCAÇÕES SOBRE ALFABETIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

4 minutos   Queremos começar o texto de hoje com uma provocação pensada a partir do livro “Alfabetização, a questão dos métodos”, escrito por Magda Soares. Leia com atenção e, posteriormente, vamos conversar sobre 7 aspectos polêmicos acerca da temática “Alfabetização na Educação Infantil”.     1 – Oito ou oitenta? Radicalismo não é a resposta. Parece que hoje, na Educação Infantil, vive-se o oito ou oitenta: foge-se das letras, ou sistematiza-se alfabetização diariamente, a fim de que as crianças aprendam a ler e Leia mais

Seis dicas para criar um ambiente matematizador

Seis dicas para criar um ambiente matematizador

2 minutos Você entra em uma sala de aula de Educação Infantil ou Anos Iniciais e começa a reparar na “decoração”. O que você vê? O alfabeto, certamente. É possível que um alfabeto com vários tipos de letra. Calendário, previsão do tempo, cartaz de ajudantes e, talvez, os aniversariantes. Você vê números? Vê matemática? Se sim, como? Falamos sempre na importância de um ambiente alfabetizador e como ele pode influenciar positivamente na aprendizagem dos alunos. Sim, é verdade! Um ambiente limpo, organizado, com estímulos Leia mais

COMO E POR QUE CONTAR HISTÓRIAS PARA CRIANÇAS?

COMO E POR QUE CONTAR HISTÓRIAS PARA CRIANÇAS?

5 minutos Lembram da LIVE feita com a Tainã, sobre contação de histórias? Pois então! Virou artigo!! E artigo escrito por ela mesma! Muito legal, né? Vamos ver o que ela escreveu pra gente? – Por Tainã Rosa Facebook: Tainã Rosa Inventadeira Instagram: @tainarosainventadeira   Qual a diferença entre contar, ler e interpretar uma história para uma criança? Contar histórias não é o mesmo que ler ou interpretar histórias. Na leitura, o leitor lê a história integral para a criança, sem adaptações; na interpretação, Leia mais

Perguntas e respostas – parte III

Perguntas e respostas – parte III

3 minutos Vocês gostam muito de perguntas e respostas! E nós achamos funcional deixar registrado aqui, para que possamos ter acesso facilmente! São perguntas do Instagram, que foram respondidas em uma LIVE. Se você quiser assistir na íntegra, clique aqui! Vamos lá? Quando começar o ensino da leitura? A criança precisa, desde sempre, ter contato com diferentes suportes e gêneros textuais. Quando eles são bem pequenos, podemos deixar eles manusearem, brincarem, contarem as imagens, recontarem histórias conhecidas. Para discutirmos o ensino da leitura, devemos Leia mais

Como estimular a Flexibilidade Cognitiva em sala de aula

Como estimular a Flexibilidade Cognitiva em sala de aula

5 minutos Na semana passada, falamos sobre o conceito de flexibilidade cognitiva. Se você ainda não leu, eu sugiro que você faça isso agora, antes de ler as dicas práticas (pode clicar aqui, que você vai direto pra lá). Assim você vai entender melhor do que eu estou falando! Vamos lá! Quero que você mantenha em mente o conceito de flexibilidade cognitiva como a capacidade de “pensar fora da caixa”. A partir daí, vamos refletir, juntos, sobre como estimular esta habilidade em sala de Leia mais

Flexibilidade Cognitiva: que habilidade é esta?

Flexibilidade Cognitiva: que habilidade é esta?

2 minutos Você já ouviu falar em flexibilidade cognitiva? Pois é… até iniciar meus estudos no mestrado, eu também nunca tinha escutado falar nisso! Mas, ao conhecer esse conceito, apaixonei-me! Fiquei pensando em quantas coisas diferentes eu poderia ter feito pelas salas de aula que já passei, e como eu gostaria de dividir esse conhecimento com mais pessoas, a fim de que todos nós, professores, estimulássemos este habilidade cognitiva nos nossos alunos. Flexibilidade cognitiva é a capacidade que nós temos de “pensar fora da Leia mais