Habilidades envolvidas na compreensão de texto

Tempo de leitura: 2 minutos

O sucesso na compreensão de textos exige que muitas habilidades subjacentes estejam bem desenvolvidas. Compreender é importante porque envolve, simplesmente, toda a nossa vida: desde bebês, através da oralidade, até textos e problemas matemáticos bem complexos, durante a educação formal. Sem esquecer de considerar, ainda, a necessidade da compreensão na nossa rotina diária.

Que processos são estes, envolvidos na compreensão leitora?

Vamos falar sobre alguns conceitos importantes!

Leitura: é uma habilidade que envolve decodificação E compreensão. Crianças pré-escolares, por exemplo, não decodificam, mas são capazes de compreender. Não precisamos trabalhar apenas com compreensão quando há decodificação. Alunos da Educação Infantil DEVEM ter atividades que trabalham com compreensão.

Rota fonológica: permite a transformação das unidades do grafema em fonema, sendo utilizada, normalmente, na leitura de novas palavras ou pseudopalavras.

Rota lexical: permite o acesso imediato à palavra, auxiliando na leitura de palavras já conhecidas.

Memória de trabalho: é a capacidade de armazenar e manipular informações, simultaneamente. É relevante para todos os processos cognitivos! Enquanto o aluno está lendo, ele precisa usar a memória de trabalho para fazer a decodificação (se ainda faz uso da rota fonológica) e guardar as informações que recém leu, a fim de compreender a frase/parágrafo.

Percepção visual: a percepção visual é a capacidade de perceber e distinguir imagens, letras, números, símbolos. É super importante (e uma maneira bem eficiente de trabalhar compreensão na Educação Infantil) porque podemos explorar imagens, expressões, capas de livros, cores… Isso é compreender sem, necessariamente, decodificar!

Flexibilidade Cognitiva: é a capacidade de “pensar fora da caixa”. Se você quiser saber mais sobre isso, leia aqui! E se quiser dicas sobre como estimular esta habilidade em sala de aula, clique aqui!

Controle Inibitório: é a nossa habilidade responsável por manter-nos focados no que realmente interessa e inibir os estímulos externos e internos. O controle inibitório é a habilidade que mantém a nossa atenção e nos ajuda a decidir, em um problema matemático, por exemplo, qual cálculo devemos utilizar para resolver.

Se você quer saber MAIS sobre esse assunto, te convido a assistir à LIVE completa que eu e a Clarissa gravamos! É só acessar este link!

Gostou do conteúdo? Então curte e compartilha! 

Aproveita para seguir a Professora Clarissa nas redes sociais, pois através delas damos dicas diárias para deixar a tua prática em sala de aula mais leve e doce! 

Um Abraço,

Camila Oliveira

8 Comentários

  1. Avatar

    Que maravilha quando informação nova para ser agregadas ao nosso conhecimento raso, ou seja, novas possibilidades para serem colocados em prática.

    Responder
  2. Avatar

    Olá, amei as dicas, algumas delas ainda não tinha conhecimento. sou aluna da nova turma do CAP e estou amando.

    Responder
    1. Avatar

      Oi, Adri, tudo bem?

      Muito feliz em te ter por aqui também.
      Que bom que você está gostando do CAP!
      Abraços, Martha #EquipeClarissaPereira

      Responder
  3. Avatar

    Amei o texto!! Muito didático e de fácil compreensão. Parabéns pelo belo trabalho que vem desenvolvendo.
    Yedda FReire

    Responder
  4. Avatar

    Este artigo é muito bom , porque sou estudante de pedagogia , estou estagiando em um CMEI , através deste artigo consegui compreender os conceitos
    Relacionados
    Com a educação infantil e fundamental

    Responder
    1. Avatar

      Olá, Jacqueline, tudo bem?
      Muito obrigada pelo carinho!
      Que bom que você conseguiu compreender, ficamos muito felizes com este tipo de retorno.
      Abraços, Martha #EquipeClarissaPereira

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *