Atividades de alfabetização a partir de livros

Tempo de leitura: 5 minutos

Elaborar um planejamento a partir de um livro é algo muito comum entre nós, professoras. Um BOM livro é uma excelente estratégia para nortear trabalhos de linguagem, bem como um projeto interdisciplinar. Mesmo sendo bastante corriqueiro, muitos docentes ainda têm dúvidas sobre como fazê-lo, sendo assim, queremos te auxiliar dando dicas práticas. Lembre-se que estas atividades não são feitas todas em um dia. Você pode levar uma semana ou mais. Daremos exemplos a partir da live realizada com o livro “O ratinho, o morango vermelho maduro e o grande urso esfomeado”, mas você pode sempre adaptar para o seu contexto, conforme a literatura que estiver usando no momento com a sua turma. 

Três momentos são muito importantes no que tangem este tipo de trabalho: 

 

Antes da leitura: 

Antes mesmo de ler o texto em si, as intervenções já começam. Em primeiro lugar, é bem importante que se faça uma motivação, algo que vai deixar os alunos interessados em escutar e conhecer a história. Com o livro em questão, a Professora Clarissa levou morangos para a nossa live e partiu de perguntas sobre esta fruta que está em evidência na capa do livro. Outras boas sugestões para motivar seus alunos para a leitura são: 

  • Exploração do título (pode ser feito através da Janelinha/Preguicinha); 
  • Exploração dos autores; 
  • Exploração das ilustrações; 
  • Aparecer com algum adereço ou fantasia; 
  • Levar algum objeto que aparece na história. 

Ainda antes da leitura, é de suma importância ativar os conhecimentos prévios e previsões, pois auxiliam a turma na compreensão do texto e na inferência (que é a suposição das coisas que irão acontecer). Os conhecimentos prévios dizem respeito ao conhecimento tanto de letramento quanto de experiências reais dos alunos. As previsões são questões específicas – sobre o que eles pensam que será a narrativa.  Perguntas como: será que o urso e o ratinho eram amigos? Por que o morango tem tanta importância no título desta história? Onde o urso pode estar, já que ele não aparece aqui na capa? O título fala em “morango maduro”, você sabe o que é maduro? irão ajudar as crianças a terem objetivos precisos para prestar atenção na hora da leitura. 

Outra ideia bacana, ainda, é o de registrar as previsões do que irá acontecer na história. Isso pode ser feito em uma frase, um parágrafo, de forma individual, coletiva e até da professora como escriba. Tudo irá depender da idade dos seus alunos. 

A motivação é muito importante, mas nunca deve ser mais densa do que a leitura. Por isso, cuide para não fazer todas as ideias. Selecione aquelas que se encaixam melhor com o texto que você está trabalhando. 

 

Durante a leitura: 

Este é um momento muito importante, pois a professora é a responsável pela leitura modelo! Por isso, você deve conhecer a narrativa antes de lê-la para os alunos. Cuidado com a leitura correta das palavras, com o uso dos sinais de pontuação e com a entonação. Esteja atenta a sua postura e oscilação do tom e do volume da voz. Todos estes elementos darão vida ao texto. É possível também utilizar os objetos que você dispõe, além de fantoches, imagens e outros elementos que possam enriquecer a narrativa. 

Durante a leitura, é possível conversar brevemente sobre palavras com significados que as crianças não conhecem ou fazer perguntas rápidas. Cuidado para que estas intervenções não tirem as crianças do foco dado texto, prejudicando sua compreensão. 

 

Após a leitura: 

Terminada a leitura, muitas atividades podem ser realizadas. Neste link, temos algumas sugestões com o livro “O ratinho, o morango maduro e o urso esfomeado” que você pode baixar gratuitamente. Você deve sempre pensar em quais objetivos você necessita trabalhar com seus alunos antes de elaborar as atividades, a fim de que as intervenções sejam feitas com muita intencionalidade. Algumas ideias são: 

  • Retomar as previsões feitas pelas crianças: o que realmente aconteceu? 
  • Isso pode ser registrado também, conforme na atividade disponibilizada. Em um lado, as crianças escrevem a previsão e, no outro, o que realmente aconteceu. 
  • Esta é uma forma eficiente de estimular algumas funções cognitivas como a memória! 
  • Explore a ideia do narrador: no caso do livro do ratinho, quem estava falando com ele? Era alguém que fazia parte da história? Podemos contar somente histórias que participamos ou que ouvimos falar/alguém nos contou? 
  • Faça produções de texto: coletivas, individuais… Escrevam cartas, um novo final, um novo início. Inventem nomes para as personagens, descrevam suas vidas antes do momento do livro… Não se limite àquela história! 
  • Faça intervenções em consciência fonológica: brinque nas mais diversas formas que a consciência fonológica permite: rimas, aliterações, sílabas, palavras, fonemas… Aqui, no livro em questão, a Professora Clarissa criou uma atividade de jogo da memória com o diminutivo e aumentativo das palavras urso, morango e rato –  o que pode ser feito também com outras palavras e até com os nomes dos colegas! 
  • Trabalhe com conceitos gramaticais (se este for o momento!): durante esta live, trabalhamos com o conceito de substantivo e adjetivo de maneira lúdica. Você pode mostrar um objeto para as crianças e pedir que elas o descrevam sem citar seu nome, por exemplo: vermelho, fruta, deliciosa, pequena. Logo em seguida, mostraríamos que as descrições feitas são chamadas de adjetivos e o nome do que foi descrito (no caso, morango) é o substantivo. Bacana, né?! 
  • Seja uma professora protagonista: pense nos seus alunos, nos objetivos que você tem para desenvolver com eles e crie suas próprias atividades a partir destas inspirações. Para se tornar uma Professora Protagonista, clique aqui! 

 

Siga @clarissapereirapedagoga nas redes sociais. Lá, nós postamos conteúdos diários para deixar sua prática mais leve e doce.    

Abraço,
Professora Clarissa Pereira e Camila Oliveira     

(Texto redigido por Camila Oliveira e revisado por Clarissa Pereira)   

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *