25 Sugestões de atividades para a Semana da Criança

Tempo de leitura: 6 minutos

Outubro chegou e, com ele, as comemorações de um mês muito especial, tanto para as crianças como para os professores. Nas aulas presenciais, este é um período com muita festa, gincana, brincadeiras e comilanças. Normalmente, fazemos várias programações especiais, e os alunos aguardam ansiosamente pela “Semana da Criança”. 

Neste ano, teremos comemorações diferentes. Não teremos abraços e beijos, e os sorrisos serão pela tela do computador (no caso das escolas que têm feito aulas síncronas ou gravadas) ou apenas na nossa imaginação (para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de se ver, mesmo que virtualmente). A boa notícia é que temos nos tornado especialistas em contornar as adversidades e “dar um jeito” da coisa acontecer. 

O Dia das Crianças não poderia passar em branco, certo? Então, nós, da Equipe Clarissa Pereira, pedimos sugestões de atividades lúdicas para as alunas dos nossos cursos e elas colaboraram dando as ideias listadas abaixo. Pensem sempre no contexto de vocês e façam as adaptações necessárias, exercendo protagonismo docente! 

 

  1. Receita: esta é uma boa hora de se aventurar na cozinha! Se for uma receita mais complexa ou que exija instrumentos de corte e fogo, a criança vai necessitar de um adulto. Dê preferências para receitas simples, que eles possam fazer com autonomia (sempre com supervisão, é claro). 
  2. Cabana com lençol: os adultos podem montar uma cabana com cadeiras e lençol para que a criança possa ler um livro, assistir uma aula gravada/síncrona, brincar de algo que seja especial para ela…
  3. Cinema em casa: escolham um filme divertido, façam pipoca e deem boas gargalhadas! 
  4. Show de talentos: os alunos podem enviar vídeos deles fazendo desenhos, declamando poemas, tocando instrumentos, cantando, atuando, ou qualquer outro talento que ele queira mostrar aos colegas! 
  5. Festa do pijama, do cabelo maluco, do avesso: já pensou todos aparecerem na aula síncrona com alguma fantasia? Ou até enviarem fotos pelo whats? O motivo da fantasia pode ser variado. Eles vão amar! 
  6. Palavra puxa palavra: essa é uma brincadeira muito simples, mas muito divertida. Já falamos dela aqui outras vezes. A professora pode começar mostrando na janelinha uma palavra, por exemplo, “rato” e o aluno deve dizer uma palavra que começa com a última sílaba da palavra dita pela profe. Poderia ser “tomate”. O próximo aluno, então, deveria dizer uma palavra que começasse com “te”. E assim por diante. 
  7. Brinquedos com sucata: uma outra proposta é a confecção de brinquedos com sucata!  
  8. Pintura: se sujar faz bem, né?! Então, bora propor uma pintura (em papel, no rosto…) 
  9. Piquenique: uma das ideias que mais fazemos durante a Semana da Criança são os piqueniques ou os lanches coletivos. E por que não fazer virtualmente? Cada criança pode lanchar em frente à tela. Podem até escolher um ambiente diferente da casa para se sentar e dividir este momento. 
  10. Oficinas virtuais: será que você, professora, tem algum amigo ou conhecido que tenha algum talento diferente para ensinar aos seus alunos? Vale música, origami, yoga…
  11. Direitos das crianças: é de praxe trabalhar com os direitos e deveres das crianças, tendo o Estatuto da Criança e do Adolescente como base. Esse é um bom período para refletir sobre o assunto. 
  12. Confecção de jogos: ao invés de só mandar folhas com atividades estruturadas, que tal mandar uma folha com um jogo da memória, dominó, quebra-cabeças ou forca? Algo bem simples, que as crianças possam recortar e já brincar! 
  13. Jogo “quem sou eu”: sabe aquele jogo bem engraçado, onde uma pessoa cola uma palavra na testa e os outros precisam dar dicas para que ele acerte a palavra? É este! 
  14. Música: já falamos aqui inúmeras vezes sobre como as pessoas são movidas através da música! Uma sugestão bem bacana é trabalhar com a canção “Criança não trabalha” – Palavra Cantada. 
  15. Brincadeiras a partir das obras de Ivan Cruz: este artista faz lindos registros de brincadeiras (bolha de sabão, pipa, dobradura…). As crianças poderiam brincar das ilustrações realizadas por ele e poderiam fazer releituras das brincadeiras atuais. 
  16. Minhas memórias: os alunos podem realizar entrevistas com os adultos que os cercam, perguntando a respeito das suas memórias de infância e fazendo paralelos com a infância que vemos hoje em dia. 
  17. Brincadeiras de antigamente x atuais: é bem provável que durante as conversas com os adultos apareçam nomes de brincadeiras que eram feitas no passado. Já pensou que bacana as crianças terem a oportunidade de brincarem com coisas do passado e os adultos com os jogos do presente? Seria um momento incrível de troca. Nesta proposta, dependemos da disposição dos responsáveis destes alunos. 
  18. Exploração de emoções: a fim de dar voz à criança e aos seus sentimentos, poderíamos fazer registros de “o que deixa uma criança triste”, “o que deixa uma criança feliz”, “o que deixa uma criança braba”… 
  19. Mímica: outra brincadeira bacana é a mímica! Nesta, a professora pode tanto fazer ao vivo quanto gravado.  
  20. Estátua: que tal tirar os alunos da cadeira e fazer todo mundo se mexer? Botar a galera pra dançar e brincar de estátua é uma boa pedida para aulas síncronas! 
  21. Morto e vivo: uma ideia bacana para mexer o esqueleto é o “morto vivo”. A professora vai dizendo as palavras e os alunos vão sendo eliminados, conforme forem errando. No fim, teremos o campeão virtual da brincadeira! 
  22. Mensagem secreta/enigma: brincar de enigma é muito bacana e pode ser enviado em uma folha estruturada. A ideia de descobrir uma charada encanta as crianças! 
  23. Hora do conto: escolher um bom livro e fazer uma hora do conto bem bacana, apenas por deleite, utilizando fantasias, fantoches, objetos… Uma sugestão deixada por nossas alunas foi a leitura “Se a criança governasse o mundo”. 
  24. Envio de cartas: para as profes que estão distantes, escrever e enviar cartas personalizadas aos seus alunos é uma grande demonstração de carinho. Com certeza, eles ficarão muito felizes e enviarão respostas de encher o coração! 
  25. Drive Thru: uma opção que tem sido bem cotada pelas escolas é a do drive thru. Neste sistema, as profes podem até entregar lembranças para as crianças, bater fotos e enxergar as expressões de sorrisos cobertos pelas máscaras através dos olhinhos apertados. 

Gostou do conteúdo? 

Siga @clarissapereirapedagoga nas redes sociais. Lá, nós postamos conteúdos diários para deixar sua prática mais leve e doce.     

Abraço,
Professora Clarissa Pereira e Camila Oliveira      

(Texto redigido por Camila Oliveira e revisado por Clarissa Pereira) .

12 Comentários

      1. Avatar

        Tudo bem.é um prazer ser participante desse grupo.

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *